Marketing de relacionamento: por que ele é tão importante?

Empreendedores de sucesso sempre estão em busca de maneiras para melhorar os números de seus negócios. O aumento das vendas deve ser um objetivo constante , analisando as estratégias mais eficientes.

Nesse sentido, um ponto merece toda a atenção: a relação com os clientes. Ela é a chave para conseguir melhorar os resultados e, para isso, é muito importante que você compreenda o marketing de relacionamento.

No post de hoje, vamos mostrar por que esse tipo de marketing deve ser sempre trabalhado em sua empresa e como fazê-lo. Confira!

Qual é o poder do marketing de relacionamento?

A internet transformou o mercado. Antes, os consumidores tinham poucas opções de compra, limitados por suas regiões. Agora, com os e-commerces, é possível ter acesso a qualquer oferta ao redor do mundo. Isso trouxe benefícios ao público, com maior gama de possibilidades, e para as empresas, que podem conquistar mais clientes.

Porém, com o aumento das opções, a fidelização se tornou mais difícil. Uma experiência ruim com uma marca pode fazer com que aquele cliente procure um concorrente.

Por isso, as empresas devem trabalhar o relacionamento com os clientes, oferecendo ótimas experiências. As marcas que têm essa preocupação são beneficiadas, afinal, clientes satisfeitos podem se tornar promotores de seus produtos e serviços, externando sua vivência e atraindo novos consumidores.

O marketing de relacionamento está diretamente ligado à saúde do negócio. Sua empresa precisa conquistar novos clientes se pretende crescer. É o processo de construção e disseminação da marca.

Como criar o marketing de relacionamento?

Agora que você já sabe a importância do trabalho do marketing de relacionamento, deve estar se perguntando como criá-lo. Pois bem, é o que vamos mostrar agora! Acompanhe:

Conheça seu público-alvo

Como você quer conquistar seus clientes se você não os conhece? O primeiro passo para criar esse tipo de marketing é conhecer o seu público-alvo.

Avalie quais são as características, as necessidades, limitações, expectativas e objetivos. Analise como as soluções que sua empresa oferece serão úteis ao seu público e quais serão os ganhos conquistados.

Busque informações de preferências, linguagem que seus potenciais consumidores utilizam, os canais de comunicação, redes sociais etc. Toda informação relevante deve ser buscada e registrada, possibilitando a criação de estratégias e abordagens eficientes.

Segmente o seu público

O segundo passo para conquistar o sucesso com seus clientes é criar uma segmentação. Para criar essa divisão, pense em todo o caminho que um cliente traçou até concluir uma compra em sua empresa.

No início, a pessoa é apenas um desconhecido, que ainda não sabe que tem uma necessidade e, portanto, não busca a solução apresentada. Com o marketing de conteúdo e a presença nas redes sociais, esse potencial cliente é atraído aos seus domínios, tornando-se um visitante. Esse visitante é encaminhado para uma landing page, onde fornecerá dados de contato, como um e-mail, se tornando um lead.

O lead já sabe que tem um problema e busca informações para encontrar uma solução. Esse processo é a nutrição de leads. Com todos os dados fornecidos e as dúvidas sanadas, ele é convertido em um cliente.

Mas não acabou! Se você quer trabalhar o relacionamento com seu público, precisa ir além e encantá-lo. Para isso, continue monitorando seu cliente e fornecendo conteúdos exclusivos. O resultado será a geração de promotores da marca.

O que descrevemos é a jornada de compra, passando de um mero desconhecido até um promotor, obtendo todas as informações necessárias. Para segmentar o público, você deve identificar onde seus contatos estão na jornada, criando grupos de afinidade.

Com a segmentação, você poderá fornecer as informações certas, para as pessoas corretas, no melhor momento.

[E-BOOK] GUIA PARA UMA GESTÃO EFETIVA DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

ebook guia para uma gestão efetiva de relacionamento com o cliente

Incentive o relacionamento com programas de fidelidade

A prática de fornecer um benefício para os clientes fidelizados é muito interessante. Um programa de fidelidade, por exemplo, consiste em uma forma de bonificação para aqueles consumidores que se uniram a empresa.

Os moldes do programa podem ser construídos de acordo com cada negócio e mercado. No caso de itens de consumo, por exemplo, você pode estipular uma quantidade mínima de compra para ganhar um item, o famoso “a cada dez itens comprados, você ganha um”.

Utilize o e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta muito interessante para trabalhar o relacionamento. Com a sua lista de contatos segmentadas, forneça conteúdos exclusivos como uma forma de bonificação, tal como os programas de fidelidade.

Você solicita os dados dos contatos e informa que, com isso, eles terão acesso a conteúdos e ofertas exclusivas.

O e-mail marketing ajuda a manter o conhecimento sobre a marca, a divulgação de novidades e a construção de uma identidade, além de monitorar seu público.

Esteja presente nas redes sociais

Outra ferramenta essencial para o marketing de relacionamento é a rede social. Essas plataformas apresentam diversas oportunidades para as empresas.

Como consumidores, nós utilizamos as redes para buscar informações, expor e ter acesso a depoimentos sobre experiências de compra, tudo isso para buscar embasamento em uma tomada de decisão.

As redes sociais permitem que você crie um relacionamento mais próximo em um ambiente mais agradável e confortável para o cliente. Portanto, esteja presente, publique conteúdos relevantes com frequência e sempre se coloque à disposição para dúvidas e questionamentos. Esteja atento a isso, invista no atendimento e nunca deixe um potencial cliente sem resposta.

Monitore os resultados

Por fim, independentemente da estratégia adotada, sempre monitore seus resultados. Eles servirão de base para as tomadas de decisão futuras. Se você não avalia o desempenho, pode estar empregando recursos em ações pouco ou nada eficientes enquanto despreza grandes oportunidades.

Faça pesquisas de satisfação e sempre peça um feedback. Não se incomode com as críticas: encare-as como oportunidades para melhorar as suas soluções e atendimento!

Então, vale a pena investir em marketing de relacionamento?

Como vimos em nosso artigo, o marketing de relacionamento é essencial para o crescimento saudável de um negócio. Uma empresa que não se preocupa em prospectar novos clientes não tem futuro!

Para ter sucesso, conheça o seu público-alvo, crie grupos segmentados a partir da jornada de compra, use a criatividade com programas de fidelidade, utilize o e-mail marketing, esteja presente nas redes sociais e sempre, sempre monitore seus resultados.

Seguindo essas dicas, sua marca conquistará não só o aumento das vendas, mas uma identidade com autoridade e posição de destaque no mercado.

Conhece outras ações para colocar em prática o marketing de relacionamento? Então comente nosso post e participe da discussão!

Deixe uma resposta