Como o inbound marketing pode alavancar oportunidades de negócio?

Sem dúvidas, a criação de oportunidades de negócios tem relação direta, hoje, com o Inbound Marketing. Isso se deve ao fato de que os potenciais clientes de qualquer negócio assumiram um poder de influência e decisão que não existia anteriormente.

Eles não têm mais a mesma dependência de um vendedor para obter informações sobre um produto ou buscar a solução para um problema. Agora, fazem isso de forma autônoma, utilizando a internet de onde estiverem e por meio de vários dispositivos, como celulares e tablets.

E o Inbound Marketing nasce da percepção dessa realidade.

Sua lógica é a de que, se existem clientes buscando informações sobre como solucionar um problema através de determinado produto, faz mais sentido entregar esse conteúdo para ele do que fazer uma abordagem direta, e que, na maioria das vezes, ele não está disposto a aceitar.

Diante disso, nesta postagem você vai saber como aproveitar essa lógica para gerar e aproveitar oportunidades de negócios que estão disponíveis no mercado. Continue lendo e confira!

Quais são as etapas do Inbound Marketing?

Bom, já deve ter ficado claro o que é Inbound Marketing — que não deve ser confundido com Inbound Sales. Para não sobrarem dúvidas, podemos resumir o primeiro como um método que faz uso de um conjunto de ferramentas e ações para fornecer conteúdo relevante ao público-alvo, com o objetivo de atraí-lo.

Como qualquer metodologia, o Inbound Marketing se constitui de uma série de etapas perfeitamente definidas. E, ao conhecer cada uma delas, será muito mais fácil entender como sua lógica funciona. Vejamos:

Atração

A primeira etapa depende de uma boa definição do seu público que, no processo de Inbound Marketing, é definido na forma de uma persona. Ela nada mais é do que a descrição de um personagem que representa o seu público, com suas características, preferências e problemas.

Conhecendo a quem sua mensagem deve se direcionar, a etapa de atração ocorre com a disponibilização de conteúdo relevante para atrair cada vez mais visitantes para o seu site.

Consideração

Depois de atrair os visitantes, é preciso aproximá-los um pouco mais — você verá, aliás, que é isso que ocorre em cada uma das etapas.

Para isso, no estágio de consideração será necessário gerar leads, ou seja, aqueles que manifestaram interesse real na sua oferta de conteúdo. O objetivo é conseguir que eles forneçam dados de contato em troca de alguma informação específica, que pode ser um e-book, por exemplo.

Saiba que é muito importante trabalhar constantemente para melhorar a taxa de conversão de visitantes em leads. Isso diminui os seus Custos de Aquisição de Clientes (CAC) e evita o desperdício de oportunidades de negócio.

Decisão

Depois de identificar aqueles mais interessados, é preciso qualificá-los, ou seja, definir os que realmente estão prontos para efetuar uma compra.

Eles precisam estar conscientes de que têm um problema, e que chegou o momento de buscar uma solução para ele. Obviamente, estamos falando de uma questão que pode ser resolvida pelo seu produto ou serviço.

Sendo identificados, eles poderão ser abordados, e a venda, realizada. Para facilitar esse fechamento, é muito importante garantir que todas as informações sobre as interações com esse cliente estejam disponíveis para o vendedor — ações de vendarketing ajudam nisso.

Fidelização

A relação com o cliente continua depois da compra. Você precisa garantir que ele esteja encantado com o seu produto, do contrário, todo o seu trabalho de atração pode ser comprometido.

Quanto a isso, lembre-se de que outros potenciais clientes continuam pesquisando, e considere os efeitos de um depoimento negativo publicado na rede.

Quais são os benefícios do Inbound Marketing?

Muitos dos benefícios da estratégia de Inbound Marketing podem ser deduzidos com a leitura do texto, mas nem todos. Por isso, relacionamos alguns aqui para você.

A maioria está relacionada diretamente à geração de oportunidades de negócios. São eles:

Diminuição do ciclo de venda

Quanto mais demora o fechamento de um negócio, mais difícil é ter uma conclusão satisfatória. E, principalmente em atividades de ciclo de vida mais longa, esse é um problema recorrente.

O método em questão é muito mais alinhado com o processo de compra do cliente. Por isso, a venda ocorre de forma mais natural, e o ciclo diminui.

Mensuração de resultados

O controle do processo é muito mais preciso do que em uma venda tradicional — em especial, se ele ocorre totalmente fora da empresa. Esse monitoramento permite melhorar cada vez mais os números de geração e aproveitamento de oportunidades.

Geração de credibilidade

Ao disponibilizar conteúdo relevante no ambiente digital, você demonstra que é especialista no que faz e, com o tempo, forma uma reputação que facilita cada vez mais a geração de oportunidades.

Melhora de tráfego

Embora esse seja um beneficio fácil de deduzir, vale a pena mencionar que uma das bases da metodologia é o desenvolvimento de um bom trabalho de SEO (Otimização dos Mecanismos de Busca), com o objetivo de gerar um bom posicionamento nas plataformas de pesquisa de conteúdo, como o Google.

Isso significa que a melhora de tráfego tende a ser superior do que a que poderíamos imaginar considerando apenas a disponibilização de conteúdo.

Como aproveitar as oportunidades de negócios?

Como já mencionamos, os índices de conversão são tão importantes quanto à geração de visitantes. Até porque o mercado não tem tamanho infinito: gerar oportunidades sem aproveitá-las é como queimar dinheiro.

Além disso, falamos da importância de garantir as informações para que o vendedor faça um bom trabalho e de se preocupar com a satisfação dos clientes. Você precisa de depoimentos positivos e deve evitar os negativos.

Isso significa que aquela antiga habilidade de convencer qualquer um a comprar qualquer coisa perdeu importância para a capacidade de gestão do relacionamento. Em outras palavras, você não pode esperar uma boa conversão e não vai encantar seus clientes por acaso.

Da mesma forma que precisamos gerenciar os ativos financeiros usando de ferramentas específicas, devemos gerenciar o relacionamento com a utilização de um CRM e a definição clara das políticas comerciais.

E, nesse sentido, um bom sistema vai lhe fornecer informações estratégicas, analíticas e operacionais que são absolutamente necessárias para aprimorar, continuamente, tanto os seus processos quanto os resultados de conversão.

Enfim, acreditamos que já temos uma boa base sobre a geração de oportunidades de negócios com o uso do Inbound Marketing. Contudo, gerar negócios ainda é uma das tarefas mais importantes para qualquer empresa — logo, é algo que precisamos nos dedicar ao máximo.

Pensando nisso, se você gostou deste post, aproveite para conferir também como converter leads em grandes oportunidades de negócio!

Deixe uma resposta